INVESTIR NOS SONHOS DO PARCEIRO E DOS FILHOS É ESSENCIAL.

MUITAS VEZES SUPERFICIAIS, PENSAMOS QUE CONHECEMOS OS SONHOS DE NOSSOS ÍNTIMOS, MAS FREQUENTEMENTE CONHECEMOS APENAS SEUS DESEJOS.

Desejos são intenções rápidas, sonhos são projetos de vida.

Desejos estão em camadas superficiais de nossa psique, sonhos estão em áreas mais profundas. Se você nunca perguntou quais são os sonhos mais profundos das pessoas que ama, provavelmente nunca entrou nos espaços secretos de sua personalidade.

Os sonhos delas podem ser banais para nós, no entanto, são centrais para elas.

Investir nos sonhos é seguir a lei do maior esforço. Não é um simples apoio, um incentivo superficial, e sim uma arte intelectual, um exercício nobre da inteligência que aumenta muito as possibilidades de o outro ter sucesso, caminhar, superar seus obstáculos.

Investir em sonhos é ativar de maneira madura o sistema de recompensa. Não é buscar o imediatismo, o prazer rápido e superficial.

É raro encontrarmos os praticantes dessa arte, mesmo entre bons amantes, bem como bons pais e professores. Investir nos sonhos determina quanto nós somos fundamentais ou colaterais na história de alguém.

Você é fundamental ou colateral na narrativa de pessoas caras? Uma vida sem sonhos é uma mente sem criatividade. Sonhos sem disciplina produzem pessoas frustradas, e disciplina sem sonhos produz pessoas autômatas, que só obedecem a ordens.

Muitas pessoas são frustradas porque têm alguns sonhos, mas quase nada de disciplina, falta garra, determinação, labuta. Vivem na imaginação, porém se perdem na execução.

De outro lado, muitos não saem do lugar, não mudam sua história, porque são ótimos para obedecer a ordens, excelentes para fazer o que outros mandam, mas não para arriscar, inventar, libertar seu potencial psíquico. Vivem numa eterna rotina, não constroem projetos de vida.

Quem não une sonhos com disciplina será sempre vítima das dificuldades e não o autor da própria história.

Antes de investir nos sonhos de quem amam, as mulheres inteligentes deveriam investir primeiramente nos próprios sonhos. Mas há milhões de mulheres que se esquecem de escrever a própria história. Colocam-se em último lugar na sua agenda. São capazes de dar o que têm de melhor para os outros e o que tem de pior para si. Nem sequer cuidam da sua qualidade de vida. Não desligam sua mente nos fins de semana, não tiram férias, e, quando tiram, não relaxam.

Você se encaixa nesse contexto? Se não cuida de sua saúde, como cuidará dos seus sonhos? Se lhe falta alegria na alma, como será possível inspirar a alegria em quem ama?

Avalie com sinceridade sua qualidade de vida. Você tem dores de cabeça, dores musculares, queda de cabelo, gastrite, déficit de memória? Confira sua saúde psíquica. Está irritadiça, impaciente, angustiada e sua mente tornou -se uma fonte de preocupações, inquietações, atividades? Indague se, vive tranquila ou se sofre por problemas que ainda não aconteceram.

Não deixe de se perguntar quais são seus grandes sonhos.

Você os tem cultivado ou enterrado?

Apesar de tudo, queridas mulheres, não tenham medo das suas lágrimas, tenham medo, sim de não as chorar.

Não tenham receio das suas falhas, e sim de não as reconhecer.

Saibam que ninguém é digno da mais sublime inteligência se não usar suas falhas e lágrimas para irrigá-la. Mulheres inteligentes não sepultam seus sonhos no excesso de carga de trabalho nem nos solos da sua ansiedade.

Sabem que, se não forem generosas consigo mesmas, aumentarão as chances de serem infelizes e adoecer.

AUGUSTO CURY

Leave a Reply